SOBRE A CLÍNICA
DOENÇAS TRATADAS
DEPOIMENTOS DE NOSSOS CLIENTES
APARELHOS DE TRATAMENTO
ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Doenças Tratadas

Psoríase

Aqui você encontra resposta para as perguntas mais frequentes e relevantes relacionadas à Psoríase:

Psoríase - Antes e Depois do Tratamento

1 - O que é Psoríase?
R - A Psoríase é uma doença de cunho inflamatório, de causa desconhecida e caracterizada por descamação e vermelhidão na pele. Às vezes apresenta comprometimento das articulações.

2 - A Psoríase é contagiosa?
R - A Psoríase não é contagiosa, nem mesmo por transfusão sangüínea.

3 - Mas então como é que ela aparece em certas pessoas e muitas vezes de uma mesma família?
R - Possivelmente por transmissão hereditária. Fatores hormonais e emocionais também parecem intervir no quadro. Em todo caso não existe evidência de que a alimentação possa influir.

4 - Como podemos identificar positivamente a Psoríase?
R - O seu Médico Dermatologista é a pessoa indicada para diagnosticar este e outros problemas na pele. Não deixe curiosos, comadres, amigos ou outras pessoas aplicar ou prescrever remédios.

5 - Como devemos tratar a Psoríase?
R - O seu Médico Dermatologista está habilitado a prescrever-lhe os tratamentos disponíveis. Geralmente as pomadas proporcionam alívio de curta duração e ainda existem outras drogas mais potentes. O problema é que os medicamentos possuem efeitos colaterais e também apresentam freqüentemente o fenômeno do recrudescimento da Psoríase logo que o tratamento é suspenso.

6 - Ouvi falar de uma tal "doutora" que possui um tratamento à base de ervas que cura a Psoríase definitivamente e ainda de um medicamento cubano que faz o mesmo. O que me diz a este respeito?
R - Cura definitiva da Psoríase não existe. Se alguém lhe promete isto, saiba que se trata de fraude pura e simples. Avise a Polícia.

7 - Mas então não temos outros modos de lidar com o problema?
R - Sim, existe o tratamento mais antigo de todos que é a simples exposição ao sol em períodos controlados.

8 - Eu trabalho. E moro em apartamento. Além do que não há muito sol por aqui... Como vou fazer este tratamento?
R - Existem diversos métodos terapêuticos com emprego de luzes artificiais. Estes sistemas de tratamento podem ser utilizados em sua própria residência, aconselhada a devida orientação médica.

9 - E quais são estes métodos de tratamento?
R - Existem atualmente três métodos cientificamente reconhecidos e comprovados: o Método de Goeckerman, o Método PUVA e finalmente o Método de Ingram.

10- Qual o melhor ou mais indicado para o meu caso?
R - O seu Médico Dermatologista poderá prescrever qualquer um de acordo com sua própria experiência e outros fatores. De modo geral não existe um método melhor ou pior que outro.

Vitiligo

Aqui você encontra respostas para as perguntas mais frequentes e relevantes relacionadas ao Vitiligo:

Vitiligo - Antes do Tratamento

1 - O que é Vitiligo?
R - É uma descoloração da pele em certas áreas, de causa desconhecida e, embora não provoque danos à saúde, é um problema com pouquíssimas alternativas de tratamento.

2 - O Vitiligo é contagioso?
R - O Vitiligo não é contagioso, nem mesmo por transfusão sangüínea.

3 - Mas então como ele aparece em certas pessoas e muitas vezes da mesma família?
R - A doença pode apresentar história familiar, possivelmente por transmissão hereditária. Talvez fatores emocionais e hormonais possam influir no quadro. A alimentação certamente não.

4 - Como podemos identificar positivamente o Vitiligo?
R - O seu Médico Dermatologista é a pessoa indicada para diagnosticar este e outros problemas na pele. Não deixe curiosos, comadres, amigos ou outras pessoas aplicar ou prescrever remédios.

5 - Como devemos tratar o Vitiligo?
R - O seu Médico Dermatologista está habilitado a prescrever-lhe os tratamentos disponíveis.

6 - E quais são estes tratamentos?
R - São dois. O tratamento solar ou Helioterápico e o Método PUVA. O primeiro consiste em ingerir ou aplicar nas lesões um produto fotossensibilizante, geralmente de origem vegetal e depois expor-se ao Sol, via de regra todos os dias. Costuma demorar para fazer efeito, mas pode ser intentado com chances de sucesso. O segundo é uma elaboração científica do anterior. Ingere-se igualmente um medicamento fotossensibilizante sintético e um par de horas depois recebe-se aplicação de um tipo específico de luz ultravioleta. É o tratamento com bem melhores chances de resultados.

7 - Não temos então outras maneiras mais simples de lidar com o problema?
R - Sim, existe o tratamento mais simples de todos que é a mera exposição ao Sol em períodos controlados.

8 - Eu trabalho. E moro em apartamento. Além do que não há muito sol por aqui. Como vou poder fazer este tratamento?
R - Por isto há o outro sistema de tratamento com emprego de um tipo muito específico de luz ultravioleta. Este método de tratamento pode ser realizado em sua própria residência sob a devida orientação médica e os resultados costumam ser muito bons.

9 - Qual o melhor e o mais indicado para o meu caso?
R - O seu Médico Dermatologista poderá prescrever qualquer um de acordo com sua própria experiência e outros fatores. O Método PUVA no entanto é a mais eficiente forma de terapia hoje disponível mundialmente.

10- Ouvi dizer de um certo tratamento à base de ervas que, dizem, dá excelentes resultados mas não sei onde encontrar.
R - Existem plantas que têm a propriedade de sensibilizar a pele à luz ultravioleta solar. Isto foi descoberto na segunda metade da década de 40 por um médico egípcio. É um esquema de tratamento que apresenta resultados inconstantes e diversas dificuldades. O seu aperfeiçoamento justamente resultou depois no tratamento denominado Método PUVA.